Saudoso Morro Carioca

Nem sempre os bons malandros cariocas, que viviam no alto dos morros e nas rodas de samba, tinham a conotação atual de favelado. Seria bom se o tempo voltasse e o povo que vive nas comunidades pudesse usufruir da própria origem, tão harmônica e tão sofrivelmente feliz.

Heitor dos Prazeres, pintor primitivo e compositor de música popular, nasceu na cidade do Rio de Janeiro, em 23 de setembro 1898, cresceu em plena origem da separação do povo criativo da ascendente burguesia 'afrancesada', sociedade esta da época da "Regeneração Carioca" efetuada pelo prefeito, o inexpugnável engenheiro Pereira Passos, com o aval do Palácio do Catete.



O artista iniciou-se na pintura, em 1937, como autodidata e já demostrava bastante talento.




Seu primeiro prêmio foi conquistado em 1951, durante a realização da Primeira Bienal de São Paulo.


Heitor efetuou mostras e exposições internacionais, dentre elas, aquelas realizadas em Paris, Neuchâtel e Santiago.



Este grande carioca procurou retratar as cenas comuns de sua cidade natal, notadamente a vida no morro e as festas populares.





Ainda não existia tanta segregação e agonia. Nos quadros de Heitor é possível observar a vida romântica dos bons malandros.




A polícia não entrava nos morros como inimiga, era sempre a autoridade conhecida que deveria-se tentar despistar. No fim, todos bebiam e cantavam a alegria de se viver livremente. As crianças brincavam como crianças...




A disputa da mulata formosa era coisa séria. Um braço do autêntico povo brasileiro foi representado no morro carioca, um lugar encantado.




Na música, Heitor do Prazeres destacou-se como autor de sambas carnavalescos de grande sucesso popular. No entanto, este grande 'marechal' do samba destacou-se também no choro, uma de suas grandes paixões ao lado da pintura.

No Rio de Janeiro, cidade que Heitor do Prazeres tanto amou, cantou e pintou, ele também morreu, em 1966. Deixou um legado memorável de quadros e composições musicais.

Em agosto de 2007, Heitorzinho dos Prazeres (filho do artista) e Família se apresentaram no programa de televisão Ensaio, da Tv Cultura de São Paulo. Interpretaram grandes sucessos compostos por Heitor dos Prazeres, o patriarca. Choro Cadenciado:



Por RICARDO NOVAIS
_
Site para maiores informações: http://www.heitordosprazeres.com.br/