A Letra do San-São


Meninos da Vila

Robinho começou o clássico contra o São Paulo no banco de reservas. Mas a garotada do Santos já estava jogando o fino da bola. o zagueiro tricolor Miranda cometeu falta tola, pênalti. Neymar cobrou com paradinha, um lance plásticamente maravilhoso, e o goleirão Rogério Ceni foi para um lado e a bola para o outro indo parar nos fundos da rede.

O lance lembrou o garoto Chaves brincando com o fanfarrão Kiko, num dos inúmeros e repetitivos episódios exibidos do seriado da televisão mexicana. Compare os lances geniais:

Clique em pausar, na barra lateral, e desabilite a rádio Stay Rock.


Alguns deram muitas gargalhadas da cobrança ousada do pênalti, outros disseram que foi humilhação a um goleiro tão consagrado. Mas os torcedores ficaram radiantes naquelas acanhadas, porém confortáveis, arquibancadas do estádio da cidade de Barueri (sim, este maravilhoso duelo foi disputado lá, uma afronta à história de um dos clássicos mais tradicionais do futebol paulista, o 'San-São', apelido dado pelo sublime cronista Thomaz Mazzoni, do saudoso jornal 'A Gazeta Esportiva' - os números agora marcam 86 glórias para os Peixeiros e 123 vitórias Tricolores, 66 empates, num total de 274 confrontos entre os dois gigantes.


Neymar foi um dos personagens principais em mais um capítulo do Clássico San-São

O jogo de ontem à tarde, que ajudou um pouco a povoar as lendas deste clássico, foi muito disputado. O Tricolor empatou e jogava melhor o 2º tempo, quando Robinho, o 'rei das pedaladas', entrou aos 12 minutos. Entrosamento perfeito com os 'Meninos da Vila'. Ele mesmo sempre será um dos 'Meninos', voltou para sua velha casa e deu mais uma letra da história que quer continuar a contar no clube da Vila Belmiro.

Se Robinho marcou um golaço, Neymar, Ganso, Wesley e cia., jogam o melhor futebol do Brasil hoje, por outro lado, o Tricolor tem problemas visíveis em alguns setores, principalmente no ataque. Embora seja um time fortíssimo, parece um pouco perdido e não me parece culpa do treinador Ricardo Gomes; a meu ver, falta peças ao São Paulo. Talvez na Libertadores, com alguns reforços, o time se encaixe; a estréia é nesta próxima quarta contra o Monterrey, do México, no Morumbi. Veremos...



Ele Voltou pra casa! Robinho marcou golaço de letra no San-São.

Se o Santos FC vai ser campeão absoluto deste ano, eu não sei. Mas que está dando gosto assistir aos seus jogos, ah, isto está. Depois de ver os Meninos da Vila desfilando futebol arte nos gramados, os outros jogos ficam tão sem graça...


Por Ricardo Novais